quarta-feira, 29 de junho de 2011

Não curti

Acho que descobri porque o Facebook não possui o botão "não curti". Parece que a atual geração não permite discordar. Para ser popular e um cara legal, tem de ser contra seus princípios e ir para onde a "onda" te levar. É proibido não concordar com aquilo que a mídia te apresenta como "verdade". Tem de ser superficial e nunca, jamais, buscar a verdade mais profunda. O fato de existir apenas o botão "curtir" mostra a tendência. Há de se concordar com tudo que é compartilhado.

Caso você poste algo segundo o ensinamento do Magistério da Igreja, logo é acusado de retrógrado, medieval, imbecil preso ao passado. Os ataques à Igreja são inevitáveis: Inquisição, Cruzadas, pedofilia, venda de indulgências. E o pior é que tudo à maneira protestante: nada tem a ver com o assunto colocado em discussão. E quando os argumentos caluniosos acabam, os ataques passam  a ser pessoais: seu passado, sua pessoa, sua crença.

O mesmo acontece quando uma visão mais profunda sobre a História é informada. "Vai estudar "(nos livros  marxistas, tendenciosos, é claro!), "vai ler" (jornais e  revistas tendenciosamente esquerdistas, é claro), "vai se informar" ( jornal nacional, internet, etc). Estas são as fontes e embasamentos para sua ira contra a Igreja e seus ensinamentos. 

Infelizmente não há discussões sadias, honestas. Quando se contraria um oponente, é o mesmo que ofender-lhe. Passa a agredir e atirar para todos os lados. Fica cego e não é capaz de focar apenas no assunto que deu inicio ao debate. 

Triste saber que ganha desafetos apenas por não concordar com o que pensa a grande massa, manipulada pela mídia. 

Triste saber que passa a ser um "intolerante", pelos "tolerantes". Toleram tudo, menos o sábio ensinamento da Igreja. O que mais choca não são as calunias dos catolicofóbicos, até é compreensível sua fúria, mas "católicos" que comungam, e ficam contra seu posicionamento embasado no pensamento católico, é algo asqueroso.
Se não existe o botão "não curti" no Facebook, é para que não haja discordância. Caso não "curta" é porque é neutro.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Dia de Santo Antônio de Pádua

Dia 13 de junho, dia de Santo Antônio de Pádua, feriado municipal para  os católicos campanhenses festejarem seu padroeiro. Nos dias antecedentes aconteceu na Catedral Santo Antônio, a bonita e piedosa Trezena. Cada dia um padre da diocese explanando um tema sobre a vida do Santo. 

A procissão dia 13, logo após a Santa Missa, presidida por nosso Bispo Dom Diamantino, contou com a participação da Banda da EsSA ( Escola de Sargentos do Exército Brasileiro, de Três Corações). Não poderia deixar de mencionar que as músicas católicas foram executadas de forma impecável pelos militares. Bom lembrar que não houve custos para a Igreja. É o Exército Brasileiro homenageando o grande santo e Doutor da Igreja. 
Com esta apresentação também podemos concluir que nada é insubstituível. Infelizmente nossa Corporação Musical que durante tantos anos tocou em eventos da Igreja, aliás foi criada por Dom Inocêncio com este propósito, hoje só pode fazê-lo se receber cachê.

Fotos: Professora e catequista Fernanda Bernardes.

Texto: Giovani Rodrigues Arantes

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Ladainha de Santo Antônio



SANTO ANTÔNIO, ROGAI POR NÓS!
INTERCEDEI A DEUS POR NÓS!


1. Pregador do Evangelho – INTERCEDEI!
pelo povo abandonado -  INTERCEDEI!
Para sermos mensageiros - INTERCEDEI!
Da justiça e da esperança - INTERCEDEI!

2. Mestre sábio de verdade - INTERCEDEI!
Pela Igreja peregrina - INTERCEDEI!
Pelos jovens namorados - INTERCEDEI!
pelos lares em perigo - INTERCEDEI!

3. Vós irmãos dos pequeninos - INTERCEDEI!
pelos pobres e doentes - INTERCEDEI!
pelos tristes e abatidos - INTERCEDEI!
pelos povos oprimidos - INTERCEDEI!

4. Para o mundo ser mais justo - INTERCEDEI!
Pela paz da humanidade - INTERCEDEI!
para sermos mais fraternos - INTERCEDEI!

Musica cantada na Trezena de Santo Antônio



CD:. SANTO ANTÔNIO DO BRASIL - CANTOS ANTONIANOS

1. A Palavra de Deus nos convida,
Nos reúne na Ceia Sagrada,
Comunhão do Pão Forte da Vida,
Segurança de nossa jornada.

Santo Antônio do pão da pobreza,
Santo bom que ninguém deixa só,
Vem gritar "falta pão nesta mesa",
Roga a Deus pelo povo, tem dó!

2. Santo Antônio do pão dos sofridos,
E da gente que a fome devora,
Vem ouvir do Brasil os gemidos,
Vem depressa, este povo te implora!

3. Santo Antônio, intercede na glória,
Ao rogar pelo nosso país,
Vem conosco mudar esta história,
E fazer este povo feliz.


Cifra gentilmente cedida pelo leitor Natal José Correa: